Concessão de Crédito e Receita Financeira: Uma Ferramenta de Análise Econômico-Gerencial

Gabriel de Amorim

Resumo


Objetivo: Propor um modelo que analisa diversas variáveis consideradas pertinentes para a decisão, como tempo de recebimento, índice de inadimplência sobre vendas a prazo, inflação e/ou custo de capital total da empresa.

 

Contexto/Realidade Investigada: Empresas de pequeno porte criadas a partir da necessidade de seus empreendedores, que se dedicam à gestão, muitas vezes, sem um projeto adequado à realidade do mercado no qual estão inseridos. Normalmente, para aumento no volume de vendas, essas empresas adotam vendas a crédito, sem o uso de intermediador.

 

Diagnóstico/Situação-problema/Oportunidade: A imersão nesse cenário fez com que fosse necessária uma ferramenta para balizar a decisão de concessão ou não da carteira de créditos para empresas de gestão especializadas, cuja expertise permitisse assumir o gerenciamento dos clientes, concentrando os pequenos negócios a desenvolverem-se no seu core business, sem terem de se dedicarem a também analisarem a política de gestão de crédito. O modelo proposto analisa diversas variáveis consideradas pertinentes para a decisão, como tempo de recebimento, índice de inadimplência sobre vendas a prazo, inflação e/ou custo de capital total da empresa.

 

Resultado: O resultado disso é inadimplência e dificuldade de honrar os compromissos assumidos cujo valor tem como decorrência que valores abaixo de 1, calculados, indicam melhores resultados líquidos (financeiros) com a manutenção da gestão própria. Já valores superiores a 1 indicam o melhor desempenho econômico-financeiro dos negócios com a concessão da gestão do capital para empresas especializadas. O modelo foi testado em simulações de fluxo de caixas e mostrou-se coerente em todas elas. Ademais, também é aplicável a quaisquer ramos de negócios.


Palavras-chave


Índice Financeiro; Ferramenta Gerencial; Inadimplência

Texto completo:

PDF

Referências


Araujo, E. A., & Carmona, C. U. M. (2007) Desenvolvimento de modelos credit scoring com abordagem de regressão logística para a gestão da inadimplência de uma instituição de microcrédito. Contab. Vista & Rev., v. 18, n. 3, pp. 107-131, jul./ set. Disponível em: . Acesso em: 08 out. 2018.

Assaf Neto, A., & Brito, G. A. S. (2008). Modelo de classificação de risco de crédito de empresas. Revista de Contabilidade Financeira, São Paulo, SP: USP, v. 19, n. 46, pp. 18-29, janeiro/abril. DOI: 10.1590/S1519-70772008000100003. Acesso em: 22 ago. 2018.

Azevedo, J. G., & Leone, R. J. G. (2011). Políticas de gestão financeira em micro e pequenas empresas: um estudo descritivo em indústrias de castanha de caju do Estado do Rio Grande do Norte. Revista Ciências Administrativas, Fortaleza, v. 17, n. 1, pp. 55-83, jan./abr. DOI: 10.5020/2318-0722.17.1.%25p. Acesso em: 28 ago. 2018.

Brigham, E. F., & Ehrhardt, M. C. (2014). Administração Financeira: teoria e prática. São Paulo: Cengage Learning.

Camargos, M. A., Camargos, M. C. S., Silva, F. W., Santos, F. S., & Rodrigues, P. J. (2010). Fatores condicionantes na inadimplência em processos de concessão de crédito a micro e pequenas empresas do estado de Minas Gerais. RAC, Curitiba, v. 14, n. 2, art. 8, pp. 333-352, Mar./Abr. Disponível em: . Acesso em: 11 nov. 2018.

Dal Magro, C. B., Brighenti, J., Souza, T. R., Lavarda, C. E. F., & Reiter, D. A. (2015). Gestão dos riscos financeiros na área de crédito: um estudo em uma cooperativa de crédito localizada no oeste de Santa Catarina. Desenvolve: Revista de Gestão do Unilasalle, Canoas, RS, v. 4, n. 1, mar. Disponível em: . Acesso em: 11 nov. 2018.

Fernandes, F. C., & Bevetti, J. E. (2014). Gestão de risco em micro e pequenas empresas: uma pesquisa na região sul do Brasil. VIII Encontro de Estudos em Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas (EGEPE), Goiânia, GO, 24 a 26 de março. Disponível em: . Acesso em: 11 nov. 2018.

Gitman, L. J. (2010). Princípios de Administração Financeira. 12. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall.

Gonçalves, E. B., Gouvea, M. A., & Mantovani, D. M. N. (2013). Análise do risco de crédito com o uso de regressão logística. Revista Contemporânea de Contabilidade, UFSC, Florianópolis, v. 10, n. 20, p. 139-160, mai./ago. DOI: 10.5007/2175-8069.2013v10n20p139. Acesso em: 11 nov. 2018.

Martins, E., Miranda, G. J., & Diniz, J. A. (2018). Análise Avançada das Demonstrações Contábeis. 2. ed. São Paulo: Atlas

Mello, C. P. (2011). Análise de mercado de cartão de crédito Private Label. Monografia (bacharelado), Universidade de Brasília (UnB), Departamento de Administração, EaD. Disponível em: . Acesso em: 11 nov. 2018.

Moreira, A. J. C., & Payés, M. A. M. (2015). A inadimplência das operações de crédito do estado de São Paulo – pessoas físicas. €CO$, Sorocaba, SP, v. 4, p. 1-76, dezembro. Disponível em: . Acesso em: 08 ago. 2018.

Potrich, A. C. G., Guse, J. C., Linhares, T. S., Freitas, L. A. R., & Rossato, M. V. (2012). Análise da concessão de crédito de uma empresa varejista de materiais de construção. IX Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia – SEGeT, Resende, RJ. 24-26 out. Disponível em: . Acesso em: 11 nov. 2018.

Ross, S. A., Westerfield, R. W., & Jaffe, J. F. (1995). Administração financeira. São Paulo: Editora Atlas.

Sanvicente, A. Z. (1987). Administração financeira. 3. ed. São Paulo: Atlas.

SEBRAE. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. (2016) Como considerar os efeitos da inadimplência no fluxo de caixa. Disponível em: . Acesso em: 01 jul. 2018.

Silva, F. C., Costa, I. S., Lim, A. A. T. F. C., Silveria, S. F. R., & Tavares, B. (2009). Práticas de gestão financeira em pequenas empresas: uma caracterização quanto ao nível de profissionalização. XVI Congresso Brasileiro de Custos, Fortaleza: Ceará, Brasil, 03 a 05 de novembro. Disponível em: . Acesso em: 13 out. 2018

Siqueira, L. S., & Barbosa, C. K. (2016). A importância da gestão financeira nas micro e pequenas empresas. Revista UNILUS Ensino e Pesquisa, Santos, SP, v. 13, n. 33, out./dez. ISSN 2318-2083 (eletrônico). Disponível em: . Acesso em: 11 nov. 2018.

SPC. Sociedade de Proteção do Crédito (2018a). Indicadores econômicos SPC Brasil e CNDL. Janeiro. Disponível em: . Acesso em: 11 nov. 2018.

SPC. Sociedade de Proteção do Crédito (2018b). Indicador de inadimplência de pessoas jurídicas SPC Brasil e CNDL. Janeiro. Disponível em: . Acesso em: 11 nov. 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.14211/regepe.v8i2.1339

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

Rev. Empreendedorismo Gest. Pequenas Empres., São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2316-2058    

Prefixo do DOI: 10.14211  Classificação Qualis 2016: B1