PROPENSÃO EMPREENDEDORA ENTRE ESTUDANTES PARTICIPANTES DE EMPRESAS JUNIORES

Emanoel Renato Andrade Ferreira, Ana Augusta Ferreira de Freitas

Resumo


O propósito deste estudo é identificar se a participação em atividades das Empresas Juniores contribui para a propensão empreendedora dos alunos que a compõem, por meio do desenvolvimento de características comportamentais associadas ao empreendedorismo. Utilizou-se a metodologia survey para este estudo. Fizeram parte da amostra 88 graduandos que não participam de Empresa Júnior e 75 que participam ou participaram. Quando comparados os dois grupos, os achados indicam que os alunos de Empresa Júnior apresentam cinco médias significativamente superiores em itens de comportamento empreendedor. Além disto, há maior propensão entre os alunos de Empresa Júnior a abrirem uma empresa, em prazos mais longos, quando comparados ao que não participaram desta atividade. É possível sugerir que a experiência em Empresa Júnior influencia a propensão empreendedora dos estudantes, através do desenvolvimento de atitudes empreendedoras e do interesse em iniciar um novo negócio.


Palavras-chave


Empreendedorismo; Educação Empreendedora; Propensão Empreendedora; Empresa Júnior; Atitudes Empreendedoras.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14211/regepe.v2i3.69

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Rev. Empreendedorismo Gest. Pequenas Empres., São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2316-2058    

Prefixo do DOI: 10.14211  Classificação Qualis 2016: B1

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia